Itaú Morning Call
Itaú Morning Call
Nov 26, 2020
Itaú Morning Call 26/11/2020
Play • 3 min

Análise do cenário do dia com o economista do Itaú Pedro Renault.

Torocast, o podcast da Toro
Torocast, o podcast da Toro
Toro Investimentos
#050 | Mercado | Já é hora de abandonar as ações do Varejo?
Na dança das cadeiras da Bolsa de Valores, será que a agora é um bom momento para realizar os lucros das suas ações de Varejo? Vale a pena investir em outros setores, como o de bancos, por exemplo?   Descubra nesse episódio do nosso Torocast, apresentado pelos Analistas de Investimento, Daniel Herrera e Stefany Oliveira.   #Torocast #AçõesVarejo #ToroInvestimentos    Direto ao assunto 0:00 - Introdução 1:06 - Contexto do Varejo e Análise 10:43 - Empresas que estão entrando no Radar   - - - - Abra sua conta na Toro: - https://cadastro.toroinvestimentos.com.br/   - - - - Blog: https - https://blog.toroinvestimentos.com.br/ Instagram - https://www.instagram.com/toroinvestimentos/ Facebook - https://www.facebook.com/toroinvestimentos   ✔️ Aprenda a investir melhor com a Toro:   - Toro + - Invista no curto prazo com uma experiência dos nossos especialistas: http://bit.ly/conheca-toro-mais   - Clube de Pioneiros do Bolsa - invista nas melhores Small Caps:  http://bit.ly/conheca-clube-de-pioneiros   - Clube de Proprietários do Futuro - construa sua carteira de FIIs:  http://bit.ly/conheca-clube-de-proprietarios   Acompanhe o Torocast nas melhores plataformas:   Spotify: https://bit.ly/torocast-spotify Google Podcasts: https://bit.ly/toro-google-podcast   Apple: https://bit.ly/torocast-apple   - - - - Aviso Legal: Os instrumentos financeiros abordados podem não ser adequados para todos os investidores e podem ocasionar perdas. (Mais detalhes no link: https://cdn.toroinvestimentos.com.br/corretora/documents/aviso-legal.pdf)
27 min
Frequência Política
Frequência Política
InfoMoney
#87 - O clima esquenta entre Lira e Maia, reformas ficam para 2021 e governo, sob pressão, anuncia plano de vacinação
A última edição do Frequência Política em 2020 traz as novidades na disputa pelas presidências no Congresso Nacional. Na Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) conquistou o apoio de Marcos Pereira (Republicanos-SP), que desistiu da candidatura. Já Rodrigo Maia (DEM-RJ) leva acenos dos partidos da oposição para seu ainda não escolhido candidato - a briga está entre Baleia Rossi (MDB-SP) e Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e já tem feridos e riscos de fragmentação do grupo. No Senado, a bancada do MDB decidiu que lançará um único nome para representá-la na disputa pelo comando da casa legislativa. Os pretendentes ao posto seriam Eduardo Braga (AM), Eduardo Gomes (TO), Fernando Bezerra Coelho (PE) e Simone Tebet (MS). Já o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) tenta consolidar o nome de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) em outras bancadas e com o endosso do próprio Palácio do Planalto. Também neste episódio, nossos analistas veem as perspectivas para a agenda de reformas em meio a uma percepção de enfraquecimento do ministro Paulo Guedes (Economia), da enfática fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra a privatização da CEAGESP e de seus acenos em direção à pauta de costumes, defendida por sua base mais fiel. Por fim, a corrida pela vacinação e o anúncio do Plano Nacional de Imunização, por parte do Ministério da Saúde, encerram o bate-papo. O evento no Palácio do Planalto destoou das posições de Bolsonaro e não afastaram dúvidas em relação a como conflitos com governadores serão resolvidos.
1 hr 14 min
Os Pregões que fizeram história
Os Pregões que fizeram história
InfoMoney
#15 - Coronavírus
09/03/2020 — O temor com o avanço do coronavírus no mundo e seu impacto nas economias globais, além da guerra do petróleo, derrubaram as bolsas pelo mundo. O Ibovespa teve um circuit breaker, uma paralisação automática dos negócios, quando atingiu queda de 10,02% na primeira meia hora de pregão. No fim do dia, o índice fechou em baixa de 12,19%. A escalada da epidemia de coronavírus na China e o início do colapso do sistema de saúde na Itália deixaram claro que a Covid-19 se espalharia pelo mundo todo. Foi só o primeiro dia de caos nos mercados de uma série que viria. Em 11 de março, o Ibovespa acionou outro circuit breaker após bater queda de 10,11% com a notícia de que a Organização Mundial da Saúde, a OMS, tinha declarado pandemia de coronavírus. No dia seguinte, 12 de março: pânico. O Ibovespa acionou um novo circuit breaker ao cair mais de 10%. Quando as negociações voltaram, o índice continuou em queda livre e acionou o segundo circuit breaker daquele dia, ao cair mais de 15%. O Ibovespa ficou a um triz de uma terceira parada: no pior momento do dia, chegou a derreter 19,59%, indo aos 68.488 pontos — a menor pontuação intradiária até então desde 17 de agosto de 2017. Mas, no fim do dia, fechou com perda de 14,78%. Outros dois circuit breakers foram registrados em março de 2020, nos dias 16 e 18, quando o Ibovespa fechou com baixas de 13,92% e 10,35%, respectivamente. No acumulado de março, o Ibovespa caiu 29,9%, perdendo mais de 30 mil pontos. Convidados: Gilson Finkelsztain, presidente da B3, a bolsa do Brasil, Luiz Barsi, advogado, economista e o maior investidor pessoa física da B3, Thiago Salomão, analista e apresentador do podcast Stock Pickers, do InfoMoney, Rosana Richtmann, médica do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, e Esper Kallas, infectologista e professor da USP.
1 hr 17 min
Search
Clear search
Close search
Google apps
Main menu