Marcos Gaviao e Mauro Teixeira Pinto: construir no Centro
Play

Como o podcast se chama #SPsonha, vamos sonhar que o atual pesadelo da pandemia vai terminar logo, que voltaremos a falar muito sobre nossa cidade – e que os paulistanos consigam finalmente repovoar e melhorar o Centro paulistano. O arquiteto Marcos Gavião e o incorporador Mauro Teixeira Pinto, da empresa TPA, já projetaram e construíram mais de dez prédios do zero por lá e até a conversão de um antigo edifício comercial em residencial. Aqui, eles contam suas experiências, o que melhorou nas últimas duas décadas, e o que ainda falta. “A sujeira ainda cria uma pior sensação sobre o Centro que a segurança. É a principal barreira contra famílias com crianças se mudarem para lá. Têm medo de andar à noite”, explica o empresário. Nossos apartamentos para quem mora sozinho têm muito mais procura que as unidades maiores”

Assine a Vejinha por 19,90 mensais.

O arquiteto acha que as fronteiras imobiliárias vão “voltar”. “O que é visto como um lugar de qualidade mudou do Centro para Paulista, depois para Faria Lima, Berrini, Alphaville, e se foi abandonando o que ficou para trás. No boom econômico, tinha terreno depois do Morumbi mais caro que no Centro. Não faz sentido. A recuperação da área central vem do interesse do público, que vê ali uma alternativa boa.

https://vejasp.abril.com.br/wp-content/uploads/2020/03/sp-sonha-ep40.mp3

 

Assine a Vejinha por 19,90 mensais.

Search
Clear search
Close search
Google apps
Main menu